17 fevereiro 2007


Clique na imagem e usufrua

Uma viagem longa eterna e misteriosa. Por vezes banhada por uma cor quase indecifrável, e a chave dessa cifra, ninguém tem consciência de como a usa e possui. O seu entendimento faz parte de outra inteligência, aquela que opera no silêncio, da nossa respiração.

Nesse silêncio apreciamos a harmonia das formas, lembramo-nos de quando fomos pássaro, e o universo sempre nos brindava com sol, chuva, e vento, tudo com alimento.

No silêncio ampliamos a nossa visão, ultrapassamos a limitação das formas e a grande dificuldade de percepção. Afinal os cães são todos míopes e que se saiba não andam por ai aos encontrões.

Quando nos encontramos nesse estado, ao nosso lado podem se encontrar, dragões, anjos, ou simplesmente um falcão, que em nada disto encontraremos contradição, ou desconforto.

No silêncio reúnem-se todos os sons, e são os sons que dão forma a vida. Poderei ser surdo e ouvir, poderei ser cego e ver. Sempre que nesse silêncio deixar de procurar palavras que possam definir as vibrações que se fazem apenas sentir.

12 comentários:

voyeur disse...

Cinzas... neve...

Terrivelmente intenso..

Intensamente belo.

Obrigado, Magda. *

Om-Lumen disse...

"No silêncio reúnem-se todos os sons, e são os sons que dão forma a vida. Poderei ser surdo e ouvir, poderei ser cego e ver. Sempre que nesse silêncio deixar de procurar palavras que possam definir as vibrações que se fazem apenas sentir."

Magda do silêncio,

o momento não é para falar, olhar, escutar...

Os silêncios tocam-se e amam-se viajando em asas de luz branca ao centro que tudo reúne...

OM-Lumen

lurainbow disse...

Oi Magda. Passei trazida por lummen :)Gostei de ter voltado a passar ...VOU VOLTAR
BEIJINHOS COLORIDOS

lurainbow disse...

lUMEN ... UM M a + :)
Com tanta grandiosidade não tem mal :)
beijos
E ja agora sabes-me dizer o que se passa com Paulo ? Highlander???
Não tem postado não tem respondido fiquei preocupada .
Beijos

wicky disse...

No silêncio reúnem-se todos os sons, e são os sons que dão forma a vida. Poderei ser surdo e ouvir, poderei ser cego e ver. Sempre que nesse silêncio deixar de procurar palavras que possam definir as vibrações que se fazem apenas sentir.

em silencio, bom dia. por um novo dia

Magda Moita disse...

Voyeur,

obrigado pela tua visita. Gostei que o teu olhar se tivesse cruzado com o meu.

Beijinho

Om-lumen,

"long time no see".
Um dia voltaremos ao centro, reencontraremos-nos, e seremos devolvidos à unidade.

Abraço

Lurainbow,

Volta sempre, és muito bem vinda.
O meu mano libra Brother, não sei "nada" dele. Envio-me um mail a semana passada a qual ainda não tive oportunidade de responder. Sei que andava por esta altura entretido com novas experiências desportivas e que tinha por lá visitas, deve ser essa a razão da ausência.

Beijinhos

Wicky,

Um bom e novo dia também para ti.

Abraço

voyeur disse...

Bom dia Madga. Tens lá a resposta. :-)

Beijos.

Anónimo disse...

Magda,

Recomendo-te isto:

http://www.iridia-lumina.org/Lys1.html

Fallen Angel disse...

Mas como a Magda não vai encontrar a resposta no meio daquela loucura...

« In sleep he sang to me
In dreams he came
That voice wich calls to me
And speaks my name

And do I dream again
for now I find
The Phantom of the Opera is there
Inside my mind

Sing once again with me
Our strange duet
My power over you
Grows stronger yet

And though you turn from me
to glance behind
The Phantom of the Opera is there
Inside your mind

Those who have seen your face
Draw back in fear
I am the mask you wear
It's me they hear

Your/My spirit and My/Your voice
In one combined
The Phantom of the Opera is there
Inside your/my mind

He's there, The Phantom of the Opera
Beware, The Phantom of the Opera

In all your fantasies
You always knew
That man and mystery
Where both in you

And in this labyrinth
Where night is blind
The Phanton of the Opera is there/here
Inside your/my mind

(Sing to me, my ANGEL of music)

(He's there, The Phanton of the Opera) »

;-)

Anónimo disse...

Magda, olá:)
A 1ª vez que fui ao Ashesandsnow foi através do 1º Postais da Novalis. A 2ª foi através do Fuzil Cósmico. A 3ª... bem, já apontei o endereço.

É Divino...
Obrigada e um abraço
Estrela

A Mónada disse...

hmmm! Acho que fiquei em silêncio durante minutos...

Apetece agora dizer o seguinte:
"Mais surdo que o surdo é o que ouve mas não quer ouvir. Mais cego que o cego é aquele que vê e não quere ver"

E por aqui me fico... em silêncio.

Fica também tu muito bem.

Magda Moita disse...

Voyeur!

Deve ser porque já estou doente há uns dias, mas ainda não encontrei a resposta.
Mas voltarei com o Sherlock Holmes para me auxiliar.

Beijinhos



Anónimo,
Logo que me sinta em condições vou ver.



Fallen Angel

Podes crer não encontrei mesmo a resposta…

Gostei mesmo muito destes cantos.

Beijinhos



Olá Estrela,

Também não me canso de visitar este site.

Beijinhos e fica bem



Pois é Mónada o que acabas-te de dizer é mesmo uma grande verdade.

Beijinhos luminosos e fica bem ;)