05 fevereiro 2007

O Amor não guarda ressentimento


“Tu, que foste criado pelo Amor, tal como Ele, não podes guardar ressentimentos e conhecer o teu Eu. Guardar um ressentimento é esquecer quem és. Guardar um ressentimento é veres-te como um corpo. Guardar um ressentimento é deixar que o ego comande a mente e condenar o corpo à morte. Talvez ainda não compreendas exactamente o que guardar ressentimentos faz à tua mente. Parece dividir-te da tua Fonte e tornar-te diferente Dele. Faz com que acredites que Ele é igual àquilo em que tu julgas que te tornaste, pois ninguém consegue conceber o seu Criador como diferente de si próprio."

Leia o resto do texto e comente no Blog:

O Cálice

Texto de: “Um Curso em Milagres”

Numa iniciativa conjunta os seguintes blogues possuem todos o mesmo post colocado a 5 de Fevereiro:
Difusão de Alma
Estrela da Manhã
Fuzil Cósmico
Nave Azul
O Cálice
Postais de Novalis

2 comentários:

António Rosa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
António Rosa disse...

Magda,

Estarei sempre convosco.
Um abraço,

António Rosa