02 maio 2009

1 de Maio em pleno

Da parte da manhã 5º Aniversario da Clínica da Vigia!

Os preparativos...

Nesta fase de saída ninguém tinha noção que ia caminhar 3km...

Peripécias!

Quem não participou, não ficou nada, nada, contente...

Ao centro do casal, o que podem observar não é um cão,
mas sim uma ovelha de Cacau...

Sempre atarefada, a correr...
e sem cão porque as amigas "roubaram-lhe" pelo menos dois...


Para ser cão é preciso ter sorte... Colinho só para a Maria Moisés

Ilda dedicada funcionaria, e seu magnifico exemplar canino.

Confraternização!

Na correcção dos testes, actividade para os participantes Humanos

e mais correcção... e nenhum teste de 20 valores.

Um par de jarras... e um Faisca

Serenidade...

As intelectualidades da festa.

O Hodie!

O Pirolito!

O Faisca!

Ritinha e avô Aurélio!

Ritinha!

A Rita, o Samora, e a Matilde.

A assistência.

Há quem fique cheio de sono com estas demonstrações,
como é o caso do Perdigueiro ao fundo.

Não são só os cães que fazem habilidades, lol... vejam estes donos...

Um Campeão!

Uma Campeã!

Maria Moisés à espera do bolo de aniversario.

Apagão...

Uma mulher e mãe extraordinária, Sónia Farrim



Da parte da tarde...


"Um não saber" Projecto Artístico

Uma iniciativa fantástica.
Infelizmente não me foi possível fotografar todas as intervenções. Deixo-vos com uma breve impressão.

Eduardo Barros Performance

Fotografia Concha Rozas

Eduardo (Porto+Seguro)


O fio da Vida I, Subtítulo: SIEMPRE ME QUEDARÁ – Técnica Mista - Magda Moita


O fio da Vida II, Subtítulo: Volver – Técnica Mista - Magda Moita


O Fio da Vida


O Fio da Vida é um projecto que nasce da inspiração na música SIEMPRE ME QUEDARÁ - BEBE (PAFUERA TELARAñAS).
O Fio da Vida nasce da minha experiência, dos meus encontros e desencontros com o tear das vivências. Pela natureza do trabalho que desenvolvo como Astróloga, muitos fios passam pela minha alma e em cada um deles o encanto que se encerra, por vezes está à distância de um nó.

O nosso fio de vida foi sendo tecido pela eternidade. Materializando-se ao longo de várias vidas, este novelo não tem princípio nem fim.

Submersos no esquecimento perdemos o fio à meada e separamo-nos da nossa eternidade.

Os embaraços, os desembaraços, são as fibras que compõem esse mesmo fio, e apenas imersos na nossa verdadeira essência somos capazes de soltar a força que prende e desprende as amarras da nossa existência.

Diluída no som da minha respiração encontro de novo o fio da minha vida.

No mais fundo e silencioso mergulho de amor encontro a minha verdadeira essência e desperto a única certeza, que retomando a mim... Eu Sou.

Magda Moita
2009

15 comentários:

António Rosa disse...

Gostei dos teus quadros. Bem bonitos. Gostei de ver a festa dos cães e seus donos. Deve ter estado um calor!!!

Na quarta-feira, no meu blogue, na entrevista à Maria Paula, ela mencionou este teu blogue, como um dos que ela prefere em toda a blogoesfera.

Magda Moita disse...

Olá António!

Obrigado! Estes dois quadros são os primeiros de uma série que tenciono expor este verão.

Por acaso até tivemos sorte, pois não estava muito calor no encãotro.

Hum tenho ir visitar a Maria Paula e agradecer.

Beijos

Maria Paula Ribeiro disse...

Magda, amiga!!!!!!!!


Onde há animas, cá está o meu nariz!!!!

Lida, linda festa! Até me deste ideias! Lol

Quanto às restantes artes...
Mesmo arte pura.
Adorei o teu texto, linda. Profundo e belo!

Beijo e grande abraço linda

PS: Ainda não seguiu a encomenda, mas não passa desta semana, queres mais alguma coisa que vos dê jeito? ;)

Cata disse...

Olá Magda!
Então? Já descansaste tudo?
Gostei muito de estar contigo e então a Boina Verde.. Só paraquedistas!

Muito obrigada pelos momentos e pelas palavras, espero não te ter incomodado muito.

Muitos beijinhos*

Maria Paula Ribeiro disse...

Magda,

A encomenda seguiu hoje de manhã!
Fica atenta.
Beijo

Magda Moita disse...

Olá Maria Paula!

Este ano retirei-me do Encãotro mais cedo, mas foi uma festa muito animada, aliás como nos anos anteriores. O convívio é bem simpático e ver tanto animal junto é muito agradável. Só a malta que tem gatos é que fica mais xoxinha... pois vão sozinhos à festa.

Apesar de todo o cansaço a iniciativa artística correu muito bem. No que me toca individualmente, o trabalho que apresentei deu-me um imenso prazer em fazer e o feed back foi compensador.

Aguardo a tua encomenda, e muito obrigado vai me dar um "geitão".

Um abraço forte,

Magda

Magda Moita disse...

Olá minha querida Cata!

Não incomodas-te nada, alias foi muito bom estar contigo neste dia importante para mim. Senti-me em casa.;)

Pára-quedistas fomos nós, lol... Tivemos foi azar com a aterragem, porque o alvo (prato) era tão pequeno que não dava sequer para ver... Lol, lol, lol.

Também gostei de estar com a Barbara. Manda-lhe um beijinho.

Olha vamos combinar uma sardinhada em minha casa, um destes dias, vais gostar de conhecer os meus "canitos".

Um abraço daqueles,

beijos

Magda

Cata disse...

Ela também te mandou um beijinho! :)

E obrigada pelo convite, vou com todo o gosto!
Também foi esse dia muito importante para mim, obrigada por poder contar contigo!

Um grande abraço e beijinho!

Anónimo disse...

Olá,sou eu a super babada mãe e mulher e etc mas acima de tudo muito muito orgulhosa neste dia dos meus meninos,que superam sempre as minhas expectativas e até dos próprios donos e se portam como uns senhores. Foi mais uma vez um dia lindo,a seguir a tantos de chuva fomos mesmo abençoados, e os meninos estão de parabéns tal como nós por serem os melhores pacientes que um vet pode desejar!
Obrigado a todos!
E claro a ti Magda que me acompanhas desde o início dando-me sempre força para seguir em frente a construir este meu sonho,como diz a Filipa " porque somos pelos animais"!
adoro-te
Sónia Farrim

Magda Moita disse...

Olá Sónia!

Ontem cheguei a casa tão tarde que já não tive coragem de ligar o computador. Mas ainda bem, sabes porque? Porque é muito bom acordar e ler um comentário assim.

Minha querida, como diz a Filipa "porque somos pelos animais", temos de reunir as nossas forças, alimentarmos os nossos sonhos e ajudarmos o coração um dos outros a brilhar...

Também te adoro Sónia e já sabes, sempre ao teu dispor. ;)

Beijo e abraço luminoso,

Magda

Maria Ofélia disse...

Alguém disse: Quanto mais conheço os homens mais AMO os animais...

Estar presente em eventos de arte é ter a coragem de uma confissão pública.É AMAR A ARTE.

Abraço forte

OFÉLIA REIS.

Magda Moita disse...

Olá Mamãzinho...

Sempre que te vejo por aqui fico super orgulhosa da minha mamã! Assim é que é, aderir ao mundo cibernético. Já não falta muito para teres o teu blog.

Depois... claro, um comentário muito pertinente e sábio.

Amo-te muito.

Magda

Anónimo disse...

Olá, Magda!

Obrigado pelo "convite" para o evento artístico.

Obrigado também pela colocação das fotos, pois assim fiquei com um "cheirinho" dos que não fui a tempo de ver.

Bjs

Rui

FadaMoranga disse...

Ola Magda!
Vim espreitar o peddy paper e e foi surpresa atras de surpresa... Esse encaotro deve ter sido lindo! :-)
Gostei muito das tuas fotografias. O dourado eh folha de ouro? Tinta? Muito bonitos!
Beijo*de Fada

Magda Moita disse...

Olá FadaMoranga!

Ainda bem que o passeio por aqui foi agradável.

Nestes trabalhos usei tinta, por falta de tempo. Habitualmente trabalho com folha de ouro.

Beijinhos