21 fevereiro 2015

Tango cósmico no salão de dança do nosso amigo Marte!





Muito boa tarde a todos! Este texto destina-se a todos aqueles, quer sejam estudantes de astrologia ou não, cultivem de estar em sincronicidade consigo mesmo e com o universo.  


Vénus e Marte acabam de ingressar no signo de Carneiro! Marte ingressou ontem, Sexta-Feira dia 20 de Fevereiro, precisamente às 09h58. Vénus, há umas horas, precisamente esta manhã pelas 10h02. 


A par e passo por enquanto, pois Vénus dança mais rápido, eles encontram-se para um tango cósmico no salão de dança do nosso amigo Marte. 


Ora elas em Marte e eles em Vénus… 


Pois é, mas Marte está no seu domicílio, está muito confortável, e vai “calçar” os seu sapatos mais cómodos e correr em direção ao que deseja.   


No seu lado mais positivo Marte é o impulso energético que sustenta a nossa afirmação. Este é um momento muito favorável para pormos em prática os nossos intentos. Enquanto ele esteve em Peixes andamos na “maionese” a fingir que fazíamos, agora é para avançar! Mas esse período em que ele esteve em Peixes, foi de uma extrema importância para nos conectarmos com o que verdadeiramente queremos, passar para a prática nas nossas vidas.   


Marte é a capacidade de ação disponível para nos podermos realizar! 


Agora resta saber se o que queremos está em conformidade com os desígnios da nossa alma.


Nesse caso, perfeito, pois o ego recebe energia suficiente para por em prática o caminho da Alma.


Contudo este posicionamento pode ser perigoso quando não paramos para nos auto avaliar! 


Corremos o risco de nos tornarmos tremendamente agressivos e violentos, quando nos sentimos ameaçados ou inferiorizados! 


Cuidado com a precipitação a todos os níveis!


Todavia nesta primeira fase, Marte está de mãos dadas com Vénus. Este tango cósmico ameniza a precipitação de Marte. 


Vénus não está nada confortável em Carneiro. Ela encontra-se em Exílio, ou se preferir, em Detrimento. 


Vénus e Marte regem as Leis do Desejo.


Contudo Vénus é seletiva, ela escolhe. 


Marte não pensa. Age e arrebata aquilo que deseja.


Vénus rege também as Leis do Amor que se expressam aqui na terra. 


Vénus ao acompanhar Marte ajuda-o a resfriar os seus desejos mal conduzidos.


Mas porque ela, Vénus, aqui não está muito confortável, também pode-nos despertar ilusão. Podemos facilmente apressar ou forçar situações que meramente irão preencher um vazio de insatisfação constante e típica de nos sentirmos desligados da nossa alma!


Ponderação é o que aconselho, com inícios de relações impulsionadas não por Amor, mas por mero e desenfreado desejo de tapar lacunas emocionais! 


Em Carneiro o impulso para a ação é imenso, mas é preciso cultivar a perseverança. Caso contrário o transito passa, e os projetos, as relações, o que quer que seja que tenhamos iniciado podem acabar por diluir-se num mar de meras intenções.


O pior dos cenários, caso não escutemos a nossa alma, é acabarmos por magoar alguém… Ou até mesmo desperdiçar tempo e recursos.


O mapa natal é apenas uma carta de intenções. Devemos aproveitar todas as oportunidades que a vida nos dá. Se as escolhas não forem as mais harmónicas, teremos sempre novas oportunidades, tudo faz parte do caminho da alma. 


Observe no seu mapa astrológico onde recai esta conjunção! Em que casa se encontra? Qual a área da sua vida que necessita de impulsão? Faz aspetos com outros planetas? Que tipo de desafios esta conjunção vai animar na sua vida?


Esteja atento!


Aconselho a visitarem o blogue Cova do Urso ou a Escola de Astrologia Nova-Lis. Mesmo que não seja estudante de astrologia, faça uma pesquisa sobre estes dois planetas quando se encontram em Carneiro. A leitura das suas características quer positivas quer negativas, pode ser uma grande ajuda para tirar partido deste trânsito.